nucind

Archive for dezembro \11\UTC 2010|Monthly archive page

As Crônicas de Nárnia – A Viagem do Peregrino da Alvorada (2010)

In Uncategorized on dezembro 11, 2010 at 00:59

Mais uma vez a saga Nárnia acertou! E desta vez o Rei Cáspian está no mar, e sempre aventuras em alto mar nos remetem a filmes de piratas, aventuras com ilha do tesouro e monstros marinhos gigantescos, e por ai vai…essa nova aventura teve esta pitada.

Estamos de volta às maravilhas do mundo criado por C.S. Lewis, agora com o navio fantástico de Nárnia, O Peregrino da Alvorada, em 3D, no filme AS CRÔNICAS DE NÁRNIA: A VIAGEM DO PEREGRINO DA ALVORADA. Neste evento para as férias, Edmundo e Lúcia Pevensie, com seu primo Eustáquio, são tragados por uma pintura e transportados para Nárnia no magnífico navio O Peregrino da Alvorada.

Juntam-se ao Rei Cáspian e ao rato guerreiro Ripchip para a missão que vai determinar o destino de Nárnia. Os corajosos navegantes superam suas próprias tentações, ao viajar para ilhas misteriosas; enfrentam criaturas mágicas e inimigos sinistros; e reúnem-se ao seu amigo e protetor, o “Grande Leão” Aslam.

Filme de férias, com efeitos fascinantes e aventura sem igual. Para um público que vai dos 05 aos 13 anos, sendo que agrada também os fãs da literatura narniana e também os fanáticos por efeitos e de uma boa aventura.

Vá aos cinemas nestas férias.

Se não conhece os antecesores corra a DVD Caffe e loque antes de ir ao cinema. Boa Diversão

Por Fulton Nogueira
Nucind Curitiba

Avaliação:

Estréia nos cinemas: Dia 10/12/2010

Anúncios

A Rede Social (The Social Network – 2010)

In Cinema, Uncategorized on dezembro 4, 2010 at 00:50

David Fincher novamente nos trazendo um cinema com estilo e maestria, fazendo de uma história geek, um assunto, que da maneira que foi contato, encanta hackers, cientistas, empresários, cineastas e donas de casa. Com alto-estilo “A Rede Social” pode ser vista de vários ângulos, para quem entende de sistemas de computadores, ele pode ser visto como um filme técnico e para quem não entende nada de sistemas de informática, ele pode ser visto como uma aventura cine-biográfica ou mesmo um filme de tribunal.

Em uma noite de outono, em 2003, Mark Zuckerberg (Jesse Eisenberg), analista de sistemas graduado em Harvard, senta-se em seu computador e começa a trabalhar em uma nova ideia. Apenas seis anos e 500 milhões de amigos mais tarde, Zuckerberg se torna o mais jovem bilionário da história com o sucesso da rede social Facebook. O sucesso, no entanto, o leva a complicações em sua vida social e profissional.

O filme consegue deixar bem claro quem é o protagonista, com cenas bem elaboradas e planos abertos mostrando bem o que se passa e qual é a reação do protagonista, mostrando a Universidade de Harvard como nos imaginamos que seja, juntando um ar sombrio e frio em uma trama ao mesmo tempo madura e infantil, na qual rolava bilhões de dólares.

Quem não gosta de um filme FATOS REAIS, ainda mais de um garoto que ficou bilionário em pouco tempo? E isso tudo quando o filme é bem filmado, bem montado e bem interpretado.

Fincher mais uma vez fez o seu trabalho bem feito, não chegou a surpreender, como foi o caso de Seven e Clube da Luta, mas nos trouxe mais uma obra com classe.

Para o papel de Zuckerberg, ninguém seria melhor que Eisenberg, até rimou, assim como Justin Timberlake no papel do excêntrico dono do Napster, Sean Parker, não conheço muito bem seu trabalho como músico, mas como ator acredito que está se saindo muito bem.

Acho que este é sem duvidas um bom filme para terminar o ano de bem com o cinema.

Por Fulton Nogueira
Nucind Curitiba

Avaliação: 

Estréia nos Cinemas: 03/12/2010

Skyline – A Invasão (Skyline – 2010)

In Uncategorized on dezembro 4, 2010 at 00:12

Com uma premissa muito familiar e muitos outros filmes de ficção-científica, Skyline – A Invasão recorre à clichês para tornar o filme interessante, mas monstros bem feitos e belas luzes azuis não conseguem impedir que o filme se torne incoerente, e inexpressivo.

Um grupo de amigos curte uma festa até altas horas da madrugada. Mais tarde, quando todos dormiam, misteriosas luzes começam a descer do céu e, pior, passam a sugar as pessoas para estranhas espaçonaves. Os alienígenas chegam até o prédio deles e logo se descobre o poder dos extra terrestre quando um dos amigos é abduzido.

Nas emissoras de rádio e televisão não existe mais ninguém e a sensação de isolamento só aumenta o medo. Diante do perigo que parece ameaçar toda a humanidade, o caminho é manter-se unidos para sobreviver diante das estranhas criaturas e dos terríveis ataques que não param de acontecer. Será que eles vão conseguir?

Em um contexto manjado e já explorado de várias maneiras em outros filmes do estilo, será inevitável lembrar-se de “A Guerra Dos Mundos”, e esse se mostra mais um para entrar na lista de filmes de alienígenas que abusam de efeitos especiais e explosões, mas falta de forma desagradável na história.

A invasão, mesmo ocorrendo em escala mundial, a impressão que o filme passa é que isso acontece apenas para o núcleos de protagonistas e uma dúzia de soldados, parecendo que o grande ataque aconteceu na área de um quarteirão.

Apesar das incoerências frustrantes no decorrer do filme, os efeitos especiais impressionam, especialidade dos irmãos Colin e Greg Strause, responsáveis pelos efeitos especiais de filmes como Avatar, Homem de Ferro, e uma lista grande de filmes com efeitos especiais respeitáveis.

Mas se grandes filmes fossem feitos apenas de efeitos especiais, filmes como esse ou 2012 seriam consagrados, o que não é o caso.

Grande parte dos atores, apesar de já terem mostrado a cara em longas-metragem, participam mais de séries para a TV; como o protagonista Eric Balfour (Law & Order, Monk) Scottie Thompson (The Closer, Bones) e David Zayes (Dexter, OZ, e Os Mercenários[longa]). As atuações não são ruins, mas deixam a desejar, pois em algumas das boas cenas de suspense tem-se a impressão de que o filme será cortado por uma propaganda de desodorante…

Com um final igualmente ridículo e decepcionante, a frustração dá lugar à um sentimento de alegria ao ver subindo os créditos.

Por Renan Gumiel

Avaliação: 

Estréia nos Cinemas: 03/12/2010

%d blogueiros gostam disto: